Resenha de Heróis Do Olimpo – A Casa de Hades, de Rick Riordan

Olá! Gente, desculpem-me, mas eu acho que vai ser difícil manter o primeiras impressões. Caso você goste, visite o meu perfil do Skoob, lá eu coloco o que estou lendo e o que eu li no dia. Sim, todo dia eu to atualizando 😉

Meu Skoob – http://www.skoob.com.br/usuari

OBS: Vão ter spoilers de eventos anteriores à A Marca de Atena 😀 (Não diga que eu não avisei)

the-house-of-hades

A Casa de Hades,

de Rick Riordan, 496 pág

Editora Intrínseca, 2013

 

A tripulação do Argo II enfrenta dias difíceis. Inimigos espreitam no caminho para a Casa de Hades e o moral da equipe está baixo após a perda de dois integrantes importantes em Roma. Para chegar às Portas da Morte e tentar impedir o despertar de Gaia, nossos heróis Hazel, Jason, Piper, Frank e Leo vão precisar fazer alianças perigosas, encarar deuses instáveis e combater os asseclas enviados pela sanguinária Mãe Terra para detê-los.

A situação é ainda pior para Percy e Annabeth. Após caírem no Tártaro, os dois passam fome, sede e sofre com diversos ferimentos enquanto são caçados por vários inimigos que derrotaram ao longo dos anos e que agora surgem das sombras em busca de vingança. A única esperança da dupla de voltar para o plano mortal reside em encontrar as Portas da Morte e fechá-las de uma vez por todas. No entanto, uma legião de monstros fiéis a Gaia defende as Portas, e nem Percy nem Annabeth estão em condições de enfrentá-la.

A Casa de Hades é o quarto livro da série Os Heróis do Olimpo, que por sua vez é a continuação da série Percy Jackson & Os Olimpianos .

Com certeza, o que afasta diversos leitores da série e dos livros é a fórmula de sempre. Eles recebem uma profecia. Um deus aparece e faz uma intervenção. Monstros aparecem e são derrotados e eles tem uma certa quantidade de dias para impedir que o chefão-master se levante e domine o mundo.

Mas Rick Riordan descobriu isso, e decidiu se rebelar contra ele mesmo.

Sim, apenas as objeções do meio são usadas, pois a maior parde de tudo está detonada.

No final de A Marca de Atena, que antecede este livro, Percy Jackson e Annabeth Chase caíram no Tártaro. E o principal ponto desse livro é eles tentarem sair do Tártaro e de fecharem as Portas da Morte. E algo notável é que eles sabem que existem inimigos que eles não poderão derrotar, e fazem planos mirabolantes, não para derrotá-los, mas para fugir. Eles sabem que estão no ponto mais baixo da Terra, e tentam fugir a todo momento. Ou seja, Rick Riordan viu o livro Correr ou Morrer e colocou isso em A Casa de Hades. E uma dessas foi MUITO engraçada, sério.

Enquanto eles correm para se salvar do Tártaro, Jason Grace, Piper McLean, Leo Valdez, Hazel Levesque, Frank Zhang e Nico di Angelo estão tentando chegar ao Épiro no Argo II, o navio mágico que usam para se locomover, para ajudarem Percy e Annabeth a saírem do Tártaro, além de terem que fechar as Portas da Morte, em que terão de serem fechadas por dentro e por fora, e alguém deverá morrer para as fechar por dentro. E aí, quais são os seus palpites?

Além disse, o Tio Rick percebeu que o público que lê a série desde PJO cresceu, e não iria se enfatizar direto com o livro, e estava começando a cansar disso. E então, eis o que acontece: as cenas de ação ficaram melhores. O sangue não foi jogado de lado e apareceu, principalmente na luta final. Sério, a frase icor dourado (sangue de seres divinos) foi muito usada!

E outra, a parte mais… ahn… sem pudor foi explorada em algo menor do mínimo. Não é spoiler, mas eles acabam achando uma estátua de Netuno, em que segue o roteiro de estátuas antigas, ou seja, sem cobrir as genitálias. O Tio Rick iria escondê-la nos outros livros, mas aqui ele narrou essa parte e usou como humor, também. Além do mais, aparece um personagem homossexual! É ISSO MESMO MINHA GENTE! E também teve as coisas de autoaceitação, aceitação geral, e coisas assim.

Esse amadurecimento do Tio Rick foi incrível! E ele mexeu com as nossas emoções, sem dúvidas!

Quanto á capa, é linda. Agora o conteúdo do miolo… gente, eu perdoei em parte a Intrínseca porque eles fizeram corrido e tal, mas tinha cada erro ortográfico que eu foi obrigado à mandar um e-mail à Editora, pois era um (sim, teve um em especial que eu fiquei revoltado) que qualquer pessoa, que lesse com atenção, teria percebido! E tiveram duas, isso mesmo, duas revisoras. Palmas.

No enfim, é isso! Obrigado por ler a resenha! Até mais!

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s