Resenha: Divergente #2 Insurgente – de Veronica Roth

Olá gente! Tudo bem com vocês? Eu infelizmente estou internado, por isso não tenho postado recente… mas, felizmente, ontem eu sai do isolamento e posso voltar a resenhar para vocês! (Como estou usando o pc do hospital, depois eu coloco a capa do livro)

 

OBS: Sim, vão ter alguns spoilers de Divergente.

 

imagemDivergente #2 Insurgente: Uma Escolha Pode Te Destruir

de Veronica Roth, 2013

Editora Rocco Jovens Leitores, 511 págs

ISBN: 9788579801556

Prior deveria ter sido de comemoração, vitória e cheio de emoção por ter ficado
em primeiro lugar na classe de iniciação da sua facção, Audácia. Em vez disso, o dia termina em horríveis e inexplicáveis ataques por meio das simulações da facção Erudição, e enquanto Tris sobrevive graças a sua Divergência, muitos que ela ama, não.

Guerra agora parece inevitável. Embora os membros da Audácia tenham sido livres do controle mental da Erudição, o conflito entre as facções e sua ideologias está apenas começando. E nessa guerra, lados devem ser escolhidos, segredos vão surgir, e as escolhas se tornarão ainda mais irrevogáveis – e ainda mais poderosas. Transformada por suas próprias decisões, mas também pela dor assombrada, novas descobertas radicais, e uma romance que se aprofundou rapidamente, Tris deve aceitar plenamente sua Divergência, mesmo que ela não saiba o que pode perder se fizer isso.

Divergente foi um livro de bastante sucesso mundial, com razão, pelo livro incrível que ele é. Insurgente, infelizmente, não conseguiu continuar esse grande sucesso.

Ele teve várias vendas, é claro, mas a qualidade poderia ser melhor. É possível perceber o quanto Veronica Roth realmente quis explorar todo esse mundo que ela criou, mas como estava muito presa na cabeça da personagem principal, Tris (que, aliás, está “menos burra”. Ela se desenvolveu, mas disso eu trato depois), e isso me incomoda bastante. Esse é um mal das atuais distopias, sempre ser em primeira pessoa. Isso é algo legal, pois, por ser um ambiente muito diferente, os leitores realmente querem saber as emoções e como o personagem reage a tudo isso, mas ao mesmo tempo, isso atrapalha a exploração do mundo, a menos que a autora saiba falar isso. Mas algo que eu notei foi que isso acontece por causa da personalidade da personagem, e então, a Veronica Roth soube ficar fiel a personalidade dela até o final. Algo muito bom, mas que atrapalha.

Pelo menos, a Veronica Roth não quer saber de lenga-lenga. Toda hora algo está acontecendo, e eu realmente não li que esteja ali apenas por estar, algo que não contribui em nada o desenvolvimento da história. Por isso, o livro leva alguns pontinhos por isso.

Quanto a protagonista, bem, finalmente eu comecei a gostar um pouco da Tris. Eu realmente prefiro a Tris de Insurgente do que a de Divergente, mas isso não significa que ela é uma personagem legal. Ela continua sendo sagaz, pelo menos agora ela está um pouco mais livre para ser ela mesma, já que ela não está tão presa a Audácia. Mas, em quanto ao romance… bem, digamos que a Veronica Roth não é a melhor escritora de romance do mundo. Ela quer ter um romance no livro, mas que ás vezes se torna fútil ou que pode ser melhor explorado.

Alguns personagens antigos retornam, e aqui temos um certo derrame de sangue. De verdade, eu achei o final espetacular. Foi tão incrível que ofusca um pouquinho os erros. E, finalmente, temos uma resposta do que são as facções.

O livro é bom e a escrita da autora é muito boa, mas senti falta da exploração do cenário e de um romance melhorzinho… Mas nada que desmereça tanto assim o livro, mas continuo dizendo que ele poderia ser melhor.

 

 

Até mais, gente! o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s