Porquê o Teaser Trailer de Insurgente Ficou Fiel ao Livro

Esses dias, saiu o teaser trailer do filme Insurgente, continuação de Divergente, de trilogia de mesmo nome. O que chamou atenção é que foi uma cena inteira que não aparece em momento algum no livro. Os fãs foram a loucura e ficaram revoltados. Eu, curioso, fui ver o teaser, e por mais que eu tenha estranhado de um primeiro momento, eu fui percebendo que o teaser estava fiel ao livro, na verdade, fiel até demais. E, nessa postagem nem um pouco comum, eu irei explicar o motivo.

Primeiramente, gostaria de falar que ler um livro ou assistir um filme não é apenas o ato de ler o livro ou assistir o filme. É algo bem mais complexo do que as pessoas pensam, pois além de ler/assistir, você tem que saber interpretar. O que prevalece? Qual a lição? Quais as metáforas e o que elas significam? Ao ler/assistir uma obra, você tem que pensar e interpretar. E, a todos que leram a série e que falaram que o teaser ficou uma bosta e infiel, eu tenho uma dica: vão reler a trilogia (sim, a trilogia inteira) , pois obviamente vocês não a entenderam. (chovam pedras ou pétalas, estou dizendo a verdade.)

Assista o teaser:

Agora, vai começar a postagem de verdade. Terão spoilers dos livros Divergente e Insurgente. Não terão de Convergente, pois 1) ainda não li o desfecho e 2)eu poderia sim, aguardar, ler o livro e escrever, mas não julgo ser necessário ele para isso. Caso seja e eu tenha falado besteira, não venha me xingar até a morte, mas me ajude a arrumar o erro. Caso discorde, que tal começarmos uma discussão saudável? De criança, um monte de fandom já tem, não queremos isso no fandom de Divergente.

Divergente é uma série que, mais do que tudo, trata do psicológico das pessoas em torno a perdas e as escolhas difíceis. Começamos Divergente como desespero da Beatrice para escolher sua facção, e o desespero só aumenta com a descoberta de ser Divergente, além de ter que sofrer para se adequar e continuar na Audácia, facção que escolheu. A autora coloca diversos fatores para explorar ainda mais o psicológico da personagem, até que o final chega, e BUM! Ela despeja tudo na gente, com o estopim da batalha, a morte de parentes e destruição. E é aí que fidelidade com o livro entra.

Começamos a cena com uma visão da Tris sobre uma cidade totalmente destruída. Pera lá, a cidade não foi destruída no livro. Mas quem disse que estamos falando de Chicago?

A tal da cidade destruída não é nada mais nada menos do que o próprio psicológico da Tris! Depois de todos os eventos de Divergente, como a escolha da facção, a adaptação, o primeiro amor, a morte de companheiros, ver todo o sistema ruir e o começo de uma batalha, a cabeça da Tris estava uma bola de neve, e não é difícil perceber isso lendo o livro. Então, como num piscar de olhos, sua mãe também é Divergente, ela é da Audácia, ela morre na sua frente, seu pai morre na sua frente também e você agora é um alguém sem lugar que vai seguir o trem até o final, onde chega no complexo da Amizade e ainda tem toda uma pressão sobre isso. Me diga se sua cabeça não estaria totalmente destruída depois disso? E é exatamente isso que a cidade destruída e em chamas representa tudo isso. Representa que a cabeça da Tris está extremamente em confusão e arrasada.

Então, começa a cena de que todos reclamam: a mãe da Tris aparece, viva da silva para a felicidade da nação. Mas, como tudo que é bom dura pouco, a casa começa a pegar fogo e a voar, e é aí que o teaser de verdade começa.

No começo da cena, vimos tudo destruído, então a mãe dela parece, a Tris solta um suspiro aliviada, e percebemos que a mãe dela parece feliz, representando o quanto a Tris queria que tudo acabasse e que ela voltasse logo para os braços da mãe. Mas, logo ela é arrancada dessa realidade (pela ficha da mãe dela estar morta cair cada vez mais) e tem que lutar. A mãe em perigo representa o quanto a Tris se sacrificaria para ter tudo aquilo que ela perdeu de volta. A casa em chamas e voadora representa todos os perigos que ela está passando, e os corvos voando e bicando-na mostra ela lutando contra seus medos.

Como viram, no final, o teaser está sim fiel ao livro, pois ele mostra de forma metafórica o que a autora mostra na série inteira: a cabeça da personagem, além de, como num resumão ou um arquivo compactado, como preferir, todos os eventos da história. O teaser ficou fiel, mas não ficou fiel á palavra, ficou fiel á ideia, e isso é tão importante quanto as palavras.

B2RQdNKIYAIkNda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s