(Especial Oscar) Julianne Moore faz filme praticamente sozinha em Para Sempre Alice (Still Alice)

Com essas críticas especiais do Oscar 2015, descobrimos que

1) Lucena tem preguiça de perguntar quando é o Oscar

2) Lucena acha que o Oscar é em Março. Ou Maio

3) Lucena percebe que o Oscar é na semana seguinte, quando só assistiu três filmes indicados e que está de viajem e não conseguiria assistir nenhum dos outros filmes e muito menos fazer a crítica sobre eles.

Prometo melhorar no ano que vem.

Mas até que eu gostei do Oscar desse ano. Como sabem, meu filme favorito do ano passado ganhou quatro Oscars (Birdman ❤ ).

Para Sempre Alice/ Still Alice – Melhor Atriz (Indicada e vencedora)

 

119590.jpg-r_160_240-b_1_D6D6D6-f_jpg-q_x-xxyxx Para Sempre Alice/Still Alice

Direção e roteiro por: Richard Glatzer, Wash Westmoreland

Produção: Pamela Koffler e Christine Vachon

Elenco: Julianne Moore (Alice), Alec Baldwin (Dr. John), Kristen Stewart (Lydia), Kate Bosworth (Anna), Shane McRae (Charlie), Hunter Parrish (Tom)

Inspirado no romance de Lisa Genova

A Dra. Alice Howland (Julianne Moore) é uma renomada professora de linguistica. Aos poucos, ela começa a esquecer certas palavras e se perder pelas ruas de Manhattan. Ela é diagnosticada com Alzheimer. A doença coloca em prova a a força de sua família. Enquanto a relação de Alice com o marido, John (Alec Baldwinse), fragiliza, ela e a filha Lydia  (Kristen Stewart) se aproximam.

 

Sim, meus caros. Durante a pesquisa sobre sinopse, elenco, direção, roteiro e produção, acabo descobrindo que o filme é baseado em um livro já lançado no Brasil! Se eu quero o livro? Óbvio.

Já que o filme ganhou Oscar de Melhor Atriz, eu vou começar falando disso. A Julianne Moore tá incrível no papel da Alice. O Oscar foi mais para o “conjunto da obra” da atriz, mas isso não significa que ele esteja ruim no filme. Toda a angústia, sofrimento e confusão que o personagem sente é facilmente e bem interpretado pela atriz. A atuação poderosa da atriz, junto com uma edição muito boa e um roteiro tão bom quanto com certeza foram o grande atrativo para a conquista do prêmio.

Infelizmente, eu não posso falar isso do resto do elenco. Mesmo o filme sendo praticamente em primeiro pessoa pela Alice, há algumas outras cenas com os outros personagens, que são cenas completamente apagadas. Nenhum outro personagem se destaca durante o filme, é como se fosse o primeiro filme de todos os atores, como se eles estivessem fazendo isso filme por fazer, não por se dedicaram e darem o melhor de si mesmos. Isso deixou o filme até que chatinho, e por causa disso, eu digo que se tivesse qualquer outra atriz no papel da Alice, o filme só teria um roteiro e edição bons, mas com uma péssima atuação. A Julianne Moore fez o filme praticamente sozinha, levando o filme inteiro nas costas.

Como eu disse, o roteiro está bom. Tem diversos discursos e frases de efeito, que enfatizam bastante os pensamentos da personagem em quanto á isso, sem nenhum tipo de pudor, tanto que em até certo momento, ela diz que “prefere ter câncer a alzheimer”. Mas, mesmo com esses momentos que ele se mostra bom, ele também cortou o clima em certa cena no final que nós aguardamos o filme inteiro. Era uma cena de prender a respiração, muita tensão, até que ele esse clima é totalmente cortado por uma coisa até que mesquinha, como se eles fizessem a cena e de última hora eles tivessem desistido disso e estivessem sem tempo de revisar o roteiro e colocaram a primeira coisa que eles pensaram na hora.

A edição ficou muito bem feita, com vários momentos feitos justamente para nós sentirmos na pele a confusão que a personagem sente, como na cenas em que ela vai ao banheiro e no fato de, conforme o alzheimer aumenta, simplesmente aparece uma praia atrás da casa. Junto com a atuação incrível da Julianne Moore, esses momentos mostraram que não só de falas se constrói um personagem.

 

E é isso! Infelizmente, nesse post não terá a tão famosa -Sessão Spoiler-, pois não me lembro de nenhuma cena que seja spoiler e que eu possa falar a respeito. A não ser, é claro, que eu falar “eu gostaria que, no pôster, tivesse uma borboleta” for spoiler.

Até mais! o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s