Especial: O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams

Olha quem conseguiu o computador de volta!

OBS.: Aqui, só falarei dos cinco volumes, ou seja, O Guia do Mochileiro das Galáxias, O Restaurante no Fim do Universo, A Vida, O Universo e Tudo Mais, Até Mais, e Obrigado Pelos Peixes! e Praticamente Inofensiva. Talvez, eu consiga ler e resenha o “sexto livro” escrito pelo Eoin Colfer (autor de Artemis Fowl) E Tem Outra Coisa…

Coleçaõ-guia-do-mochileiro

 

 

 

O Guia do Mochileiro das Galáxias (The Hitchhiker’s Guide to the Galaxy)

Douglas Adams, 1979 á 1992

Editora Arqueiro

O Guia do Mochileiro das Galáxias – Arthur Dent tem sua casa e seu planeta (sim, a Terra) destruídos em um mesmo dia, e parte pela galáxia com seu amigo Ford, que acaba de revelar que na verdade nasceu em um pequeno planeta perto de Betelgeuse.

Considerado um dos maiores clássicos da literatura de ficção científica, este livro vem encantando gerações de leitores ao redor do mundo com seu humor afiado. Este é o primeiro título da famosa série escrita por Douglas Adams, que conta as aventuras espaciais do inglês Arthur Dent e de seu amigo Ford Prefect. A dupla escapa da destruição da Terra pegando carona numa nave alienígena, graças aos conhecimentos de Prefect, um E.T. que vivia disfarçado de ator desempregado enquanto fazia pesquisa de campo para a nova edição do Guia do Mochileiro das Galáxias, o melhor guia de viagens interplanetário. Mestre da sátira, Douglas Adams cria personagens inesquecíveis e situações mirabolantes para debochar da burocracia, dos políticos, da “alta cultura” e de diversas instituições atuais. Seu livro, que trata em última instância da busca do sentido da vida, não só diverte como também faz pensar.

A primeira coisa que nós percebemos é que o autor se usa de grande ironia durante o livro. Logo no começo do primeiro livro, Arthur está sentado em frente a sua casa, impedindo que um caminhão de demolição destrua sua casa, e um personagem começa a usar alguns argumentos para que ele saia de frente da casa. Logo depois, a nave dos Vogons aparece e começa a argumentar com os humanos, falando da demolição do planeta, e adivinha? Os argumentos são praticamente idênticos.

Além da ironia sempre presente, a improbabilidade também é constante. No começo, ela é justificada por um Motor de Improbabilidade que a nave em que os personagens viagem contem, mas logo depois cai o véu, o autor se sente mais confortável, e coisas improváveis e aleatórias começam a acontecer a todo e qualquer maneira. Eu nunca li um livro, quem dirá uma série, tão aleatória e improvável quanto essa.

Além disso, a mitologia espacial é muitíssimo bem explica, sendo, muitas vezes, usadas diversas páginas que explicar diversas coisas. Muita gente pode achar isso ruim, mas eu achei excelente, pois eu amo explicações sobre mitologia. E esse fato se deu justamente para o livro se aproximar ainda mais de um Guia de fato.

E todos esses fatos se juntam numa escrita deliciosa e hilária. É impossível não rir durante diversos momentos na história, eu simplesmente fechar o livro, marcar com o dedo e falar “simplesmente não consigo acreditar que isso está realmente acontecendo”.

O primeiro livro é muito bom, mas o segundo e o terceiro são arrastados em diversos momentos, mesmo sendo livros curtos. O quarto é de longe o meu favorito, e o quinto caminhava muito bem, mas deixou o final muito a desejar. Ele só cria, cria e cria expectativa, para não acontecer quase nada no final. Mas, no geral, gostei muitíssimo da série. Tá até no rank de minhas séries favoritas e de 13 melhores livros de 2014, ó.

Acho que a pior coisa do último livro é simplesmente ter um final extremamente aberto, com personagens desaparecendo do nada e um acontecimento que tinha tudo para compensar várias dúvidas simplesmente é resolvido num piscar de olhos. Foi algo que me incomodou, de verdade.

 

E acho que é isso. Tá aí uma recomendação de uma série incrível. Até a próxima!

Anúncios

Um comentário sobre “Especial: O Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s