Crítica (Especial Oscar)| Caminhos da Floresta/Into the Woods poderia ter menos de 2h

Olá pessoas! Quanto tempo não tem um Especial Oscar, né?

Antes de tudo, você já curtiu a página no facebook do blog?

Indicado as categorias:

Melhor Atriz Coadjuvante (Meryl Streep)

 

caminhos-da-floresta-poster Caminhos da Floresta/Into The Woods

Direção: Rob Marshall

Roteiro: James Lapine

Produção: Rob Marshall

Elenco: Meryl Streep (Bruxa), Anna Kendrick (Cinderela), Emily Blunt (Mulher do Padeiro), James Corden (Padeiro), Johnny Depp (Lobo), Chris Pine (Príncipe da Cinderela), MacKenzie Mauzy (Rapunzel), Christine Baranski (Madrasta da Cinderela), Daniel Huttlestone (João), Tracey Ullman (Mãe do João), Lilla Crawford (Chapeuzinho Vermelho)

Um padeiro e sua mulher (James Corden e Emily Blunt) vivem em um vilarejo, onde lidam com vários personagens famosos dos contos de fadas, como Chapeuzinho Vermelho (Lila Crawford). Um dia, eles recebem a visita da bruxa (Meryl Streep), que é sua vizinha. Ela avisa que lançou um feitiço sobre o casal para que não tenha filhos, como castigo por algo feito pelo pai do padeiro, décadas atrás. Ao mesmo tempo, a bruxa avisa que o feitiço pode ser desfeito caso eles lhe tragam quatro objetos: um capuz vermelho como sangue, cabelo amarelo como espiga de milho, um sapato dourado como ouro e um cavalo branco como o leite. Eles têm apenas três dias para encontrar tudo, caso contrário o feitiço será eterno. Decididos a cumprir o objetivo, o padeiro e sua esposa adentram na floresta.

 

Recentemente, não tenho ouvido críticas muito boas das live-actions da Disney. Falaram que Malévola foi visualmente lindo, mas com um péssimo roteiro, e que Cinderela é bom, mas em nada difere da animação original. Com isso, fiquei com um pouco de medo de ver Caminhos da Floresta, e, infelizmente, não vai ser agora que eu verei os outros dois.

Em uma sinopse curta, já era dado o aviso: o começo do filme se foca em eles conseguirem os objetos, e o resto do filme são suas consequências. O problema é quando o “começo” do filme dura uma hora.

Os filmes são dividos em três “parte”: primeiro, segundo e terceiro ato. O primeiro é o começo do filme, o segundo é o meio e o terceiro é o final (com a Jornada do Herói/monomito impudito nisso), basicamente. E o problema de Caminhos da Floresta é ele ter duas horas de filme, sendo que uma hora inteira é dedicada ao primeiro ato. Podem até achar que eu tomei isso como conclusão por ter lido aquela sinopse resumida, mas depois de pensar bastante, percebi que não. Realmente, o primeiro ato dura uma hora.

Por mais que essa mudança, de não deixar o primeiro ato restrito aos primeiros minutos, seja até interessante, ela com certeza não funciona dentro do filme. Além da sensação de que o filme não vai acabar nunca, o roteiro não ajuda em nada. Os primeiro minutos até te fazem gostar do filme, mais aí simplesmente ele não te convence mais. Eles foram colocando cena atrás de cena apenas para deixar o filme grande! É cada escapatória para colocar mais cenas que, ao final, eles simplesmente esqueceram de que deveria acontecer uma resolução, então eles colocaram a primeira coisa que eles viram na frente para servir de resolução para os problemas, o que fez um problema parecido com o de A Escolha Perfeita: diversos deus ex-machina por metro quadrado.

O primeiro ato não é apenas enfadonho por ser grande, mas pelo roteiro ser tão ruim quanto. Além dos ex-machina que citei acima, reforço que ele simplesmente não te convence. Em uma cena, a Cinderela (Anna Kendrick) está fugindo do castelo e o sapatinho de ouro fica preso numa poça de piche que o príncipe deixa, e então o mesmo aparece no alto da escada. Logo, ela sai dos sapatinhos, canta e dança (e, durante essa dança, ela anda em cima da mesma poça de piche, e não fica presa e nem mesmo suja) durante vários minutos, com o príncipe observando. Depois, entra novamente nos sapatinhos, deixa um no piche e sai correndo, só para aí o príncipe sair correndo novamente.  QUAL O SENTIDO DISSO? Além dessa cena, acontecem outras cenas what the fuck is it!? durante o filme.

O filme só começa a ficar legal quando – depois de quase desistir milhões de vezes de terminar de assistir – começa o segundo e o terceiro ato, que são espremidos em outra hora. Por mais que melhores, com algumas cenas mais críveis as what the fuck is it!? continuaram existindo, além do fato de que tudo começou a correr rápido demais e mais deus ex-machina surgiram. Mesmo assim, a mensagem que o filme quis passar ficou bem clara quando essas cenas não apareciam.

Outra coisa que incomoda muito são as subtramas. Por mais que eu tenha dito na crítica de Big Hero 6 que subtramas são importantes, nesse caso, elas são apenas enfadonhas que criam mais e mais cenas para aumentar o tempo do filme.

Como é de se esperar dos estúdios Disney, filme é visualmente lindo, mas sem depender de efeitos especiais. O cenário ficou muito bem construído, além dos figurinos.

O filme é baseado em um musical, por isso, 85% dele são apenas músicas. Além delas serem lindas, a montagem e a mixagem de som ficou incrível, parecendo mesmo que os atores cantavam na hora. Estou particulamente apaixonado por Stay With Me, da Meryl Streep, que você pode ouvir aqui.

Também gostei das atuações, principalmente pelo fato dos atores terem se esforçaod com o pouco que tinha. A Meryl Streep mereceu a indicação ao Oscar, já que ela pegou diversos esteriótipos sobre bruxas nos contos de fadas para compor a personagem. Mas a Anna Kendrick (Cinderela) (admito, principal motivo para eu ver o filme), por mais que tenha atuado super bem, deixou muito perceptível que não gostava do filme e do roteiro, e que se fosse por ela, ela largaria tudo no meio das gravações e iria gravar A Escolha Perfeita 3. (não que ela tenha falado isso na mídia, claro)

Enfim, Caminhos da Floresta é um filme com efeitos e músicas surpreendentes, mas que peca num roteiro sem sentido e em um primeiro plano maior do que o necessário.

 

É isso gente! Até a próxima o/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s