Resenha – Por Que Indiana, João? de Danilo Leonardi

Olá! Sim, eu li o livro do Danilo Leonardi, já que “minha relação com ele é extensa”. Conheço o Cabine desde o ano passado, e a grande maioria dos livros que eu li foram recomendações vistas em vídeos (tanto que a “ideia” para criar o blog foi pois eu também queria fazer resenhas), e depois de tanto me ajudarem, achei melhor ajudar também! =D

 

imagem Por Que Indiana, João?

de Danilo Leonardi, 2014

Giz Editorial, 205 págs

 Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor. “Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.”

 

Como boa parte do pessoal que se motivou a ler o livro por já conhecer o autor do Cabine Literária, eu fiquei com medo de não gostar do livro. Logo após o tão falado “golpe de sorte”, o livro não estava me atraindo. Já estava achando que ele seria aquele tipo de livro que você lê, gosta, mas que depois fica esquecido lá no fundo da sua estante. Felizmente isso mudou. Lá pela página 50, o livro começou a ficar melhor, e ele foi evoluindo. Ele estava excelente, mas a cada virada de página o Danilo entregava um novo prato que nós estranhamos de primeira, mas que amamos logo em seguida. (para se aproveitar da crítica do Felipe Castilho [autor de “O Legado Folclórico”, formado por “Ouro, Fogo & Megabytes” e “Prata, Terra e Lua Cheia”]) O livro vai se estendendo além do bullying, pois logo ele mostra o quanto uma “simples” ação pode bagunçar totalmente uma vida.

Já começamos o livro sabendo que o João é o protagonista, mas isso não significa que ele é sempre o herói, e isso nos mostra a psicologia do personagem, que está sempre muito bem retratada. Tudo está confuso na vida de João, e podemos sentir isso, pois não só nesses momentos, mas em todo o livro, lemos uma excelente escrita do autor. No começo eu estranhei um pouco, mas logo eu me acostumei. É bem legal o fato de que em uma hora lemos “mil novecentos e vovó gostosa”, e na outra já lemos expressões mais atuais, mais do “internetês, como “haters”, “vlog” e “mene”.

Eu, pelo menos, me identifiquei bastante com o João. Felizmente nunca sofri bullying na escola (na verdade, não posso dizer “nunca” pois ainda tenho vários anos de estudo pela frente, e sempre há uma primeira vez para tudo), mas em certos momentos eu paro de ler e me ponho a pensar de que eu provavelmente faria mesma coisa. Além de que ele começa a ouvir Legião Urbana, e eu me identifiquei completamente nesse quesito, pois também sou outro apaixonado por Legião Urbana, além da explicação dele do por que dele gostar de Legião Urbana me deu uma identificação maior ainda.

Como já disse anteriormente, cada vez mais vão acontecendo coisas que você pensa que não vou funcionar dentro de livro, mas funcionam! Por mais que ele tenha só 200 páginas, acontece tanta coisa que parece que você acabou de ler um livro gigantesco, e esse foi o ponto alto do livro. Aquele tipo de livro que é pequeno em tamanho mas gigantesco em conteúdo. É inevitável não ler o livro de uma tacada só, por mais que você queira guardá-lo para não terminar.

Infelizmente, os personagens não foram aprofundados, e isso foi o único ponto baixo que eu consegui encontrar. De verdade mesmo.

 

E é isso! “Por Que Indiana, João?” é um livro incrível e que é recomendado a todos, por isso acende cinco lâmpadinhas, mas que com certeza acendeu muito mais lâmpadinhas dentro da minha cabeça.

lampadinhas
Desculpa, mas eu tive que fazer isso

 

 

 

 

20140830_150629
Eu e o Danilo. Ele é um amor de pessoa, e eu percebi isso em apenas 1 minutos de conversa ❤

 

Por Que Indiana, João? autografado <3
Por Que Indiana, João? autografado ❤
Anúncios

#DICABIENALSP2014 SAIBA QUAIS AUTORES & BLOGUEIROS/VLOGUEIROS ESTARÃO PRESENTES NA BIENAL DO LIVRO SP 2014!

Nos dias 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30 e 31, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, vai ocorrer a grande e famosa Bienal Internacional do Livro, maior evento literário da América Latina, e um dos maiores do mundo! Com isso, é só uma pontinha de sorte para o seu autor favorito dar as caras por lá! Por isso, vou listar aqui alguns autores que com certeza você vai querer ver!  E também alguns vlogueiros/blogueiros

 

  • Cassandra Clare

Começando a lista com porta de ouro, Cassanda Clare escreveu umas das maiores séries literárias, Os Instrumentos Mortais, sensação YA com o primeiro filme já lançado. Sim, ela virá para Bienal com um bate-papo e uma não, mas duas tardes de autógrafos!

Autógrafos: dia 23 e 24 (primeiro final de semana). Serão distribuídas 500 senhas desde as 10h00. Dia 23 e 24 ás 15h30.

Bate papo: Dia 23 e 24 (primeiro final de semana). Não serão distribuidas senhas. Dia 23 e 24 ás 14h00

 

  • Harlen Coben

Um dos maiores destaques da ficção policial vai estar aqui também!

Autógrafos: Dia 23 (primeiro final de semana). Serão distribuídas 200 senhas a partir das 08h00. Dia 23 ás 11h30

Bate papo: Dia 23 (primeiro final de semana). Não serão distribuídas senhas. Dia 23 ás 10h30

 

  • Ken Follet

Autor de quatro best-sellers, tem presença confirmada na Bienal! Pelo que dizem, seu bate-papo vai dar uma ideia diferente de seus livros.

Autógrafos: Dia 30 de agosto (último final de semana). Serão distribuídas 200 senhas a partir das 08h00. Dia 30 ás 11h30

Bate Papo: Dia 30 de agosto (último final de semana). Não serão distribuídas senhas. Dia 30 ás 10h30

 

  • Sally Gardner

Escritora de livros YA, infelizmente não vai dar autógrafos.

Bate Papo: Dia 30 (último final de semana). Não serão distribuídas senhas. Dia 30 ás 15h00.

 

  • Felipe Castilho

Autor da série nacional “O Legado Folclórico” (Ouro, Fogo & Megabytes e Prata, Terra & Lua Cheia) vai dar uma pontinha na Bienal \õ/

Lançamento do livro “As Cidades Incompletas”, dia 24 (primeiro final de semana), ás 14h00.

 

  • Danilo Leonardi

Fundador do Cabine Literária, um dos maiores vlogs literários, ele vai fazer o lançamento de seu primeiro livro “Por Que Indiana, João?”

Lançamento do livro “Por Que Indiana, João?”, dia 23 e dia 24 (primeiro final de semana), ás 14h00.

 

  • Eduardo Spohr

Um dos maiores autores brasileiros da atualidade, com o tão famoso “A Batalha do Apocalipse”, Eduardo Spohr infelizmente só vai fazer uma palestra.

Palestra “Narrativas Ficcionais”, dia 30 ás 20h00

 

  • Hugh Howey

Autor de Silo vai estar presente! \õ/

Palestra “Leituras de Ficção Científica”, dia 24 ás 18h00

 

  • Kiera Cass

Autora da famosa série distópica YA “A Seleção”, com o último livro lançado recentemente (A Escolha), vai vir para um bate-papo (e, possívelmente, uma tarde de autógrafos)

Bate papo, dia 23 ás 14h00. Serão distribuídas 500 senhas a partir das 10h00

 

  • Maurício de Sousa

Quem nunca leu uma revistinha da Turma da Mônica? O autor do gibi mais famoso do Brasil e que abriu as portas da leitura para um monte de gente vai estar na Bienal, como sempre

Palestra “Os quadrinhos na formação de leitores – 50 anos da Turma da Mônica”, dia 30 ás 15h00

 

  • Paula Pimenta

Autora de séries nacionais bem conhecidas, Fazendo Meu Filme e Minha Vida Fora de Série, vai estar na Bienal junto com vários nomes! Vai perder?

Palestra “Papo de Garota com Bruna Vieira”, dia 24 ás 11h00

 

  • Bruna Vieira

Autora do blog “Depois dos Quinze”, e de livros como “De Volta Aos Quinze” e “A Menina Que Colecionava Borboletas”, vai estar fazendo uma palestra junto com Paula Pimenta especialmente para o público feminino!

Palestra “Papo de Garota com Bruna Vieira”, dia 24 ás 11h00

 

  • Tatiana Feltrin (TINY little ThInGs)

Mãe dos vlog (brincadeira Tati), ou simplesmente pioneira de vlogs literários no Brasil, vai estar na primeira palestra de uma série de palestras voltadas para o público jovem!

Palestra “Fala Sério! #Sqn > Booktubersconfessions”, com Pâm Gonçalves (Garota It), 23 ás 19h00. Serão distribuídas senhas ás 18h30.

 

  • Pâm Gonçalves (Garota It)

De um dos vlogs mais famosos, a Pâm vai participar da série de palestras “Fala Sério! #Sqn”

Palestra “Fala Sério! #Sqn > Booktubersconfessions”, com Tatiana Feltrin (TINY little ThInGs), 23 ás 19h00. Serão distribuídas senhas ás 18h30.

 

  • Gabriel Lucena

Blogueiro desde os sete anos de idade, mas virou blogueiro literário (e, conseguentemente, booktuber) há apenas um ano, vai apresentar uma palestra (e falar um pouco o quão ridículo é falar com os leitores em terceira pessoa) sobre hábitos de leitura de um garoto de 13 anos, gostos e sobre o trabalho em blogs literários.

Sem nome e data definidos.

 

É isso, esperem que visitem a Bienal e consigam aproveitar tudo! \o/ Para mais informações, visite o site da Bienal bienaldolivrosp.com.br/

 

(Via: apenasagas.wordpress.com )