Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor

Olá! Como tem acontecido nos últimos meses, a editora Novo Conceito entrou em contato com os blogueiros que se cadastraram para serem blogueiros e mandou outra prova de um livro deles, com promessa de mandarem um exemplar para quem fizer uma resenha sobre. O livro da vez é Dez Coisas Que Aprendi Sobre o Amor, livro de estréia da Sarah Butler!

ImageProxy

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Logo de cara, admito que não me senti atraído pelo livro. Julgando pela capa, ela é muito forçada.

Mas o que importa mesmo é a história, certo? Diferente de A Mais Pura Verdade, que me senti imerso no livro logo no release, e em A Playlist de Hayden, que meu deixou curioso, essa prova não me apresentou nada de novo. Somos apresentados a duas histórias, e simplesmente não entendi nada de nenhuma das duas. Sim, eu entendi o que estava acontecendo, mas aí eu pergunto: para que estão me contando isso? Qual a finalidade, aliás? Diferente dos dois últimos livros, que os começos já deixavam claro sobre o que o livro se tratava, aqui nós ficamos totalmente desnorteados com esse começo.

Mas, é muito difícil julgar um livro lendo menos que 50 páginas dele. Vamos ver o que vem pela frente, não é?

 

Aliás, para deixar os blogueiros e os leitores no clima do livro, a NC nos convidou a listar 10 coisas que nós aprendemos com o amor, num gesto parecido com o que tem no começo de cada capítulo do livro. E aqui está tudo que eu já aprendi com o amor.

 

1) O amor não vê tempo. Você pode amar mais uma pessoa que você conhece a um dia do que uma que você conhece a três anos.

2) Sim, você realmente se supera em nome do amor.

3) Infelizmente, amar uma pessoa nem sempre é o suficiente para fazer o bem á ela.

4) A chama do amor pode diminuir, mas raramente é completamente apagada.

5) Muitas vezes, o amor nos faz ver pessoas como seres milagrosos, mas isso é uma mentira.

6) Nosso próprio coração gosta de sofrer por amor.

7) Não é preciso conhecer pessoalmente para amar.

8) Não dá para falar motivos pelo qual amamos alguém, um animal ou alguma coisa.

9) Amor e ódio são as duas emoções principais, o resto é derivado delas.

10) Pode ser mais difícil transmitir amor, mas no final, a sensação é muitíssimo melhor.

 

E isso são apenas dez coisas que eu aprendi com o amor. Lista aí nos comentários dez coisas que você aprendeu com o amor! 🙂

Até mais o/

Anúncios

Prova: A Playlist de Hayden, de Michelle Falkoff

 

Olá! Sinto muito por não ter postado nada no sabado, mas eu estou tão ocupado com essa novidade (que eu prometo que no sábado eu digo o que é) que nem tempo para ver filme eu tenho.

Aliás, a NC me mandou outra prova de livro, mas o meu exemplar de A Mais Pura Verdade ainda não chegou, sendo que de diversos outros blogueiros já chegaram…

 

 

 

a-playlist-de-hayden_capa4_1  A Playlist de Hayden (Playlist for the Dead)

Michelle Falkoff, 2015

Editora Novo Conceito

Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente.
Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava.
A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

O livro já começa de uma maneira não muito legal. O prólogo poderia ter ficado muito mais emocionante. Eu estava quase chorando, quando ele repentinamente acabou e cortou de uma forma muito desagradável o clima.

Tudo ocorre bem até uma personagem, Astrid, aparecer. N ahora que eu li o nome dela, eu sabia exatamente qual seria o papel dela no livro. Ela vai dar algumas coisas sobre o Hayden e vai formar um par romântico com o Sam. Pelo menos, eu to rezando para que a seugnda coisa que eu disse não vá acontecer.

A escrita da autora é boa. Cada capítulo é realmente uma música da playlist, e admito que baixei a playlist para ouvir enquanto lia. A playlist é muito boa, recomendo para qualquer pessoa que goste de rock, ou que só queria ouvir música boa mesmo.

Essas foram minhas impressões sobre o livro. Até mais!

Eu a playlist no meu canal do YouTube, que você pode conferir clicando aqui.

Primeiras Impressões de O Símbolo Perdido, de Dan Brown

Olá! E sim, estou lendo um livro do Dan Brown por mês!

o-simbolo-perdido+dan-brown1751849911

O Símbolo Perdido é o quinto livro de ficção (precedido por Fortaleza Digital, Ponto de Impacto, Anjos & Demônios e O Código da Vinci) e o terceiro que o autor faz com o personagem principal seja Robert Langdon, professor de Iconografia e Simbologia Religiosa (que infelizmente, essa matéria não existe ;-; ) na Universidade da Harvard.

Aqui nesse livro, pela primeira vez, Langdon não vai long: ele desvenda um mistério na capital dos Estados Unidos da América, Washington. Mais especificamente no Capitólio.

E a “associação secreta” da vez são os Maçons, que são citados pela primeira vez em Anjos & Demônios.

Existe uma lenda de que existe uma Pirâmide Maçônica, que contém os maiores segredos da humanidade, e Mal’Akh os quer. Com isso, ele sequestra um amigo de Langdon, Peter Solomon, maçônico de 33º Grau.

E a cientista bonita e inteligente da vez é Katherine Solomon, amiga de Langdon e irmã de Peter.

Até que eu estou gostando do livro. Tipo, pela primeira vez ninguém morre no Prólogo e a Katherine leva 1000000 anos apra  achar o Langdon, além de eu já ter 150 suspeitas 🙂

Mas eu tenho certeza de que ainda tem muuuuuita história para vir ainda!

 

 

Até mais!

Primeiras Impressões Sobre O Código Da Vinci, de Dan Brown

Cadê Os Gêmeos, Um Dia etc… Acho que vai demorar um pouco!

200px-DaVinciCode

Primeiro livro de Dan Brown publicado no Brasil. Aqui, após salva a Cidade do Vaticano em Anjos & Demônios, Robert Langdon fa zuma busca por Londres e Paris para saber mais e desvendar mistérios sobre duas grande fraternidades que estão travando uma silenciosa mas grande guerra: o Priorado de Sião e a Opus Dei.

Você não consegue parar de ler!  É bem parecido com Anjos e Demônios, mas, sei lá, tem um misto de ação e aventura e uma aula de história improvisada juntos com um ritmo que eu nunca tinha visto.É bem impressionante, pois Dan Brown, aqui, conseguiu mexer com os nossos sentimentos, nas situações mais obviamente impossíveis, criando algo totalmente novo, que ninguém imaginava!

Primeiras Impressões De Água Para Elefantes, de Sara Gruen

Corr_Cp_AguaParaElefantes_NOVA_ARQUEIRO_15mm.pdf

Água Para Elefantes é um livro de Sara Gruen, que conta a história de um homem chamado Jacob Jankowski,um velho que, após o circo chegar em sua cidade, se lembra da época em que trabalhou no circo e se apaixonou duas vezes: por Marlena, estrela do espetáculo de cavalos e depois por Rosie, a elefanta particularmente estúpida, que é a salvação do circo.

A narrativa é em primeira pessoa.Ela se divide entre o Jacob velho e o Jacob novo.Os capítulos são colocados na mesma página, ou seja, um capítulo acaba em uma página e na mesma página começa o outro capítulo.Entenderam??

As melhores partes são do Jacob velho #prontofalei

Primeiras Impressões De Anjos & Demônios, de Dan Brown

Tava com saudade de “Primeiras Impressões”??TAVA?POIS ELA VOLTOU! EEEEEE! TODOS CORREM!

Dan_Brown_anjos-e-demonios

Angels & Demons, ou Anjos & Demônios, é o segundo livro do Dan Brown lançado no Brasil, que conta a primeira aventura do professor de simbologia religiosa da Harvard, Robert Langdon.

Aqui ele tem que impedir que uma antiga fraternadade antireligiosa chamada Illuminati exploda a Cidade do Vaticano com antimatéria, criada e descoberta na CERN (Conseil Européen pour la Recherche Nucléaire/Organisation Européenne pour la Recherche Nucléaire) , com a física italiana Vittoria Vetra.

Sim, o livro é incrível!Logos nos primeiros capítulos você aprende História e Simbologia Religiosa (avá) e te leva a pesquisar mais!Pelo menos eu até agora já pesquisei sobre elipses, ambigramas e Illuminati: Nova Ordem Mundial (jogo online/de cartas)

Então é isso, um post bem rapidinho, pois tenho coisinhas para ler desse livrinho magnífica!Até a resenha!

Minhas Primeiras Impressões Sobre: Jogos Vorazes, de Suzanne Collins

Olá!Tudo bem com vocês?Que tal um Minhas Primeiras Impressões sobre Jogos Vorazes?Pode ver aí!

jogos vorazes

The Hunger Games, ou Jogos Vorazes, é o primeiro livro da trilogia de mesmo nome, escrito pela americana Suzanne Collins, que escrevia programas infantis para a Nickelodeon.

O livro é uma distopia, e conta a história de Katniss Everdeen, que conta o livro em primeira pessoal.Ela é do Distrito 12, um dos Distritos mais pobres de Panem, um país que em algum lugar do passado foi a América do Norte.Após uma rebelião entre os 13 Distritos e a Capital, que é, obviamente, a “capital” de Panem, o 13º Distrito é destruído e, para o governar mostrar “que eles mandam no pedaço”,  cada um dos 12 Distritos restantes deveria mandar uma garota e um rapaz de 12 a 18 anos para participar dos tais “Jogos Vorazes”, onde 24 crianças deveriam lutar até a morte, e apenas um seria vencedor.

Realmente, estou na metade e estou me encantando!Sério, o escrita da Suzanne Collins é muito boa, e eu não posso falar em muita coisa pois eu não terminei de ler! #xatiado

Acho que vou fazer algo que não faço a algum tempo: ler uma série de uma tacada só, pois é pecado ficar curioso assim!Fala sério!

Minhas Primeiras Impressões Sobre: Uma Curva Na Estrada, de Nicholas Sparks

Olá gente!Dá para perceber que eu gostei de falar do livro que eu estou lendo atualmente, as minhas impressões que estou tendo dele e tal, desde a postagem sobre Minhas Impressões de Guerra dos Tronos, vou começar a fazer isso de vez em quando, sabe?Talvez evolua até para sempre!

 

images

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A Bend In The Road, ou o seu título em português, Uma Curva Na Estrada, é do autor da Carolina do Sul Nicholas Sparks.Ele conta a história de Miles Ryan, que à dois anos ficou viúvo, e de Sarah Andrews, que acabou de se divorciar e se muda para a pequena cidade de New Bern.O que eles não sabem é que um segredo os une, mas pode ser que eles tenham que tomar uma decisão que vai mudar a suas vidas.

Estou gostando muito!Eu sou fã do Nicholas Sparks, e ate que gostei da Editora Arqueiro!A capa continua a mesma da maioria dos livros do Tio Nick, com eles se beijando, o título e uma imagem alongada.Bem legal.

E o livro é muito engraçado!Sempre estou soltando alguma risada, pois o Miles é muito besta em alguns momentos, mas levando o fato de ele basicamente não ter saído com nenhuma mulher desde que enviuvara, e ela namorava com Missy desde o Ensino Médio.

Apesar disso, o livro contém suspense.Sou suspeito para falar dos livros do Tio Nick, mas em um dos capítulos eu tive de parar, respirar e ficar “Ele conversou com o George R. R. Martin nesse ponto!” .Tá, eu exagerei muito, mas o sentimento por tal personagem ficou confuso, quase, QUASE, a mesma coisa que senti ao ler Guerra Dos Tronos.

Então é isso!Fica a dica para alguém que quer ler romances!Logo mais, a resenha desse livro no blog!

Porque Não Estou Postando & Minhas Impressões Sobre “Guerra Dos Tronos” e “Game Of Thrones”

Olá gente!Sentiram a minha falta?

Bem, não postei esses dias pois estou lendo “The Song Of Ice & Fire: A Game of Thrones”, mas conhecido como “As Crônicas De Gelo & Fogo: A Guerra Dos Tronos” aqui no Brasil.Não postei nada porque estive sem criatividade, apesar de ter uma resenha de “Um Amor Para Recordar aqui na porta, mas a minha atenção em Guerra dos Tronos é maior, MUITO MAIOR!

Guerra Dos Tronos

 Para quem ficou em dúvida, eu estou lendo em português pois meu inglês é básico.

 Mas então, vou falar sobre as minhas primeiras impressões:

 GUERRA DOS TRONOS!

 Acho que isso resume.Certo?Não!?Ok, vou explicar melhor.

 As cenas de luta são épicas (óbvia, é de Fantasia Épica, dãã), os personagens, cara, os personagens são HUMANOS!Não quero dizer que são racionais e tal, mas HUMANOS porque nenhum deles são bons nem maus (MENTIRA:O Rickion e o Bran, por exemplo, apesar do Bran ser meu explosivo de vez em quando) e por isso, alguns personagens são muito FILHOS DA **** (like Príncipe Joffrey) no livro inteiro!Você só quer que eles morram!Mas aí, o Tio Martin, o escritor da série, mata quem não devia ——-‘

 Vamos falar sobre os personagens:

Eddard Stark: O Primeiro de Seu Nome, Senhor das Terras de Winterfell e atual Mão do Rei

Catelyn Tully: Filha de Hoster Tully, é esposa de Eddard Stark.

Bran Stark: O Segundo De Seu Nome, Filho de Eddard Stark e de Catelyn Tully, de 7 anos.É impossível não se apaixonar por ele *–*

Arya Stark: Filha de Eddard Stark e de Catelyn Tully, de 9 anos

Sansa Stark: Filha de Eddard Stark e de Catelyn Tully, de 11 anos.

Jon Snow: Filho bastardo de Lorde Eddard Stark.14 anos.Vai para a Patrulha da Noite, na Muralha.

Daenerys Targaryen: Filha de Aerys Targaryen, antigo Rei do Trono de Ferro.Ela é intitulada Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, 13 anos, é exilada junto com o irmão Viserys Targaryen e é casado com Khal Drogo, Rei dos Dothraki.

Tyrion Lannister: O Primeiro De Seu Nome, Filho de Lorde Tywin Lannister, irmão de Cersei Lannister (rainha de Westeros, esposa de Rei Robert Baratheon, rei do Trono de Ferro) e de Jaime Lannister (chamado de Regicida) .É um anão.

 Tem outros personagens, como Robb, herdeiro de Winterfell, filho de Lorde Eddard Stark e de Catelyn Tully, 14 anos.Theon Greyjoy, protegido de Lorde Eddard Stark, herdeiro das Ilhas de Ferro e muitos outros.

~Game Of Thrones~

gameofthrones01

 E pergunta: esse livro merece um filme?

 NÃO.Por que?Pois é uma história muito longa para ser contada em apenas 2 horas, então GAME OF THRONES foi a melhor solução.Game of Thrones é a série de As Crônicas De Gelo & Fogo, e digo, FOI A MELHOR SÉRIE DE LIVROS QUE JA VI!Sim, por fidelidade no livro, vou pegar exemplo de The Vampire Diaries.99,1% DA SÉRIE É DIFERENTE, enquanto em Game of Thrones, 98% DA SÉRIE É FIEL, muito coisa, né?

 E para terminar LARGUE O QUE VOCÊ ESTÁ LENDO E VÁ LER GUERRA DOS TRONOS.Eu não devia falar isso, eu deveria recomendar, mas eu vou mandar um Imperio virtual para você (Imperio!) e agora, vai ler Guerra dos Tronos!